top of page
  • Foto do escritorGustavo Pessoa

Imóveis tóxicos: saiba quando dizer adeus

Matéria originalmente publicada no Imobi Report.


O maior problema nos relacionamentos tóxicos é que a parte mais prejudicada geralmente demora para perceber isso. E quando percebe, pode ser tarde demais. E não estamos falando apenas de relacionamentos pessoais. No mundo corporativo, incluindo o mercado imobiliário, os relacionamentos tóxicos também causam danos e prejuízos para empresas, fornecedores, clientes e funcionários.


No segmento de locação de imóveis, pior ainda. Parece que a pressa dos inquilinos para atravessar as barreiras do contrato, e dos proprietários para locar o imóvel o mais rápido possível, acaba contaminando todos ao redor.


Decisões orientadas por dados para otimizar a jornada


Prestes a atingir a marca de 200 mil agendamentos realizados em pouco mais de 3 anos de operações, a Visitown, plataforma de gestão e terceirização de visitas. realizou um estudo histórico de todas as visitas realizadas. O levantamento contempla a jornada com mais de 23 mil imóveis. Baixe o relatório completo aqui.


Entre as informações mais relevantes, a startup revelou que a média de visitas por imóvel é de 4,3. E a grande maioria dos imóveis (80%) recebeu no máximo 6 visitas até ser locado.

“Com a ajuda da tecnologia e de informação certa na hora certa, a jornada de locação pode se tornar menos tóxica, mais leve e saudável para todas as partes envolvidas”, afirma Gustavo Pessoa, CMO da Visitown.


Como detectar os imóveis tóxicos


Um dos dados que mais chamou a atenção no estudo, foi que apenas 20% dos imóveis são responsáveis por 60% do volume total de visitas realizadas. Na visão da empresa, isso pode ser interpretado sob a ótica do Princípio de Pareto. “Com base nessa descoberta, podemos afirmar que, se um imóvel já recebeu 6 visitas e não foi locado, algum problema ele tem”, avalia Gustavo.


Após essa análise, a Visitown passou a exibir um alerta para os consultores das imobiliárias a partir da sétima visita agendada em um “imóvel problema”. É como um sinal amarelo, indicando que aquela unidade já ultrapassou a média de visitas e que pode gerar prejuízo caso nada seja feito a respeito.


“Sabemos que o dia-a-dia nas operações de locação é muito corrido e nem sempre os gestores podem parar para identificar o problema no momento em que está acontecendo. Por isso, trabalhamos com a produção de relatórios customizados, com inteligência artificial e machine learning. Com base no histórico de visitas e relatórios, são sugeridas medidas corretivas para que o imóvel seja locado com rapidez”, complementa Diogo Domanski, CTO da Visitown.


Isso é possível graças às informações fornecidas pelos visitowners, que é como os demonstradores de imóveis autônomos da Visitown são conhecidos. Eles preenchem os relatórios pelo app em todas as visitas realizadas, informando o nível de interesse do visitante, e condições gerais de manutenção, limpeza e estado do imóvel.


Com esses relatórios, fica mais fácil para as imobiliárias justificarem para os proprietários, através de dados, as melhorias que devem ser feitas para que o imóvel seja locado. E caso os proprietários não concordem, a melhor decisão pode ser tirar o imóvel da carteira, evitando prejuízos.


Vantagens para todos os envolvidos


A Visitown foi eleita a melhor startup de 2022 no Prêmio Movimente, do SecoviSP. Graças a sua plataforma, app de visitas e rede de demonstradores, a empresa reduz em 90% o tempo de espera para visitar um imóvel.


“É Importante dizer que a plataforma se destaca como um diferencial competitivo para as imobiliárias, pois, na maioria das praças não há contratos de exclusividade. Ao se interessar pelo imóvel, o cliente entrará em contato com todas as imobiliárias, e quem levá-lo para visitar antes terá preferência para fechar o negócio”, diz Gustavo Guimarães, CEO da Visitown.


Com relatórios e dados em tempo real de toda a jornada de visitação, a plataforma permite um pós-visita ativo, que pode aumentar a conversão de visitas em até 150%. Mas isso é assunto para uma outra matéria 😉


Baixe gratuitamente o relatório completo citado na matéria aqui: https://materiais.visitown.live/200-000-agendamentos-em-1-000-dias




5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page