• Gustavo Pessoa

100.000 visitas agendadas em 2 anos

Vá para a rua!


Essa é a primeira frase de Steve Blank no livro Startup: Manual do Empreendedor.


E nós fomos.


Há pouco mais de 2 anos, fomos para as ruas validar nosso primeiro MVP (Mínimo Produto Viável) com 3 imobiliárias de amigos e conhecidos.


Tendo passado por 11 mudanças de imóvel em minha vida, e 11 experiências traumáticas tentando conciliar a agenda de trabalho com as visitas, nossa ideia inicial era uma plataforma de visitas por videochamada.


Parecia genial. O visitante poderia visitar os imóveis sem sair de casa, ou do trabalho. E pagaria pelo tempo do demonstrador que estava no imóvel fazendo a videochamada. Menos carros nas ruas, menos desperdício de tempo com visitas erradas, oportunidade de renda para demonstradores autônomos. Seria bom pra todo mundo.


Mas quando lançamos nossa versão beta, durante 3 meses só 3 clientes pagaram pra visitar um imóvel por videochamada. E veio a pandemia.


Foi aí que demos nossa primeira pivotada.


Aquelas mesmas imobiliárias que nos abriram as portas para a validação de nosso MVP, que nos permitiram acompanhar mais de 100 visitas presenciais, entrevistar seus clientes, e incluir um atalho para nosso app em seus anúncios de imóveis, nos procuraram.


- Já que vocês têm um app de visitas por videochamada e nossos demonstradores estão em quarentena, vocês topariam fazer as nossas visitas? Nós pagaremos por isso.


Podemos ser um pouco loucos, mas não a ponto de recusar dinheiro. Então nosso crescimento inicial foi assim. Eu e o Guima, meu sócio, fazendo as primeiras visitas por videochamada para as imobiliárias parceiras, que agora eram nossas clientes.


Logo a notícia foi se espalhando, outras imobiliárias foram entrando, e foi aí que demos nossa segunda pivotada.


- Já que vocês têm um app de visitas por videochamada, por que não fazem também nossas visitas presenciais?


Bitolado com as visitas por video, eu a princípio fui contra. Sorte que o tino comercial do Guima é bem melhor que o meu. E passamos então a fazer também as visitas presenciais, mas com a mesma pegada data-driven das visitas por videochamada.


Nosso foco era continuar captando dados em tempo real de toda a jornada de visitação pelo app, desde o horário de agendamento, de retirada das chaves, de início e término da visita, e principalmente dos relatórios dos demonstradores e visitantes após a visita.


Mas pra isso precisávamos modificar várias funcionalidades em nosso app. E foi aí que o Diogo, que até então atuava como nosso mentor em tecnologia, pulou pra dentro e virou nosso CTO ninja. O mourãoense radicado em São Luis, que sabe tudo sobre programação e geoprocessamento, era a peça que faltava no nosso quadro de sócios.


Logo precisaríamos de suporte para a realização das visitas. Foi aí que entraram os primeiros visitowners. Alguns indicados pelas próprias imobiliárias, outros por amigos e conhecidos, e hoje formamos uma rede de quase 200 pessoas incríveis.


Nosso maior tesouro, os visitowners são nossa rede de demonstradores autônomos. São como ninjas, focados em ajudar o cliente a encontrar o imóvel dos sonhos da maneira mais suave possível.


Logo, nossas comemorações de metas mensais de visitas, que lá no começo eram de 50, 100, 150, passaram para mil, 2 mil, 4 mil. E hoje, pouco mais de 2 anos depois, comemoramos a marca de 100 mil visitas agendadas.


O dia 06/06/22 já entrou pra história da Visitown. Além de ser o dia da nossa visita #100k, foi também o dia de nossa primeira visita em Jundiaí (a quarta cidade em que estamos presentes, além de Curitiba, São Paulo e Uberlândia). Tenho certeza que meu pai, que completaria 75 anos também nesse dia, comemorou com a gente lá de cima.


Parece que foi ontem que fomos para a rua pela primeira vez. E parece que nunca voltamos de lá, e nem pretendemos voltar um dia. Nossa vida é nas ruas. E somos muito agradecidos por todas as pessoas fantásticas que encontramos ao longo dessa jornada, e que fazem parte de nossa história.


Falando nisso, estamos participando do programa de aceleração do Lellolab https://lellolab.com.br/ , laboratório de inovação que tem como propósito melhorar a vida em comum nos condomínios, e transformar seu impacto nas cidades.


A Lello é a maior administradora de condomínios de São Paulo, e já administrou um a cada quatro condomínios da cidade. Termos sido escolhidos para o programa de aceleração do Lellolab ao lado de outras 11 startups incríveis, nos dá a certeza de estarmos no caminho certo, e coroa esse nosso momento.


E isso é só o começo!




36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo